O resultado das eleições para a Câmara dos Deputados trouxe muitas novidades e surpresas. Uma dessas é a quantidade de eleitos e reeleitos que não precisaram dos votos de federações para conquistar o mandato. Esses, são apenas 28, que em todo Brasil, se elegeram com os próprios votos. 

boulos nikolas deputados 22
Boulos (Psol-SP) e Nikolas (PL-MG), os candidatos mais votados para a Câmara | Fotos: Reprodução/Twitter

Leia também
:
Trata-se, pois, de grupo seleto que a cada eleição, que neste pleito teve aumento, mas que na média tem diminuído. Em 2018, foram 27; 2014 foram 35; e em 2010, 36.

Entre os 28 eleitos em 2022, 1/5 (6), são de esquerda, centro-esquerda e centro. São 3 do PSol; 2 do PT; e 1 do PSB. E 4/5 são de centro-direita a direita. São 9 do PL; 4 do PP; 2 do PSD; 2 do Republicanos; e 1 de cada partido a seguir: Cidadania, Avante, Novo, Republicanos e Podemos. 

Reeleitos e novatos 
Dentre os campeões de votos para a Câmara, 15 renovaram o mandato, e 13 são novatos. Do ponto de vista do gênero, 9 são mulheres, e 19 são homens. Os novos foram os mais votados nestas eleições.

No quesito proporcionalidade, o grande campeão de votos foi o novato, Amon Mandel, atualmente vereador de Manaus. Com apenas 21 anos, recebeu 14,59% dos votos válidos. Foram 288.555 votos. O mais votado no Brasil, com apenas 26 anos, foi o vereador de Belo Horizonte (MG), bolsonarista, Nikolas Ferreira (PL), com 1.492.047 votos.

Os mais votados estão distribuídos em 12 estados: Alagoas (1), Amazonas (1), Bahia (1), Ceará (1), Distrito Federal (1), Goiás (1), Minas Gerais (2), Paraná (4), Pernambuco (2), Rio de Janeiro (4), Rio Grande do Sul (4) e São Paulo (6).
 
campeoes de votos 22
quociente eleitoral 22
 

Nós apoiamos

Nossos parceiros