A Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (AMAERJ) promove na segunda-feira (7), às 9h, o debate: “A mulher e os efeitos do zika vírus na saúde e na plenitude dos seus direitos”, que abordará as implicações da doença na vida das mulheres e gestantes brasileiras.

O presidente da SGORJ (Associação de Ginecologia e Obstetrícia do Estado do Rio de Janeiro), Marcelo Burlá, a psicóloga Ana Paula Jacinto e a assistente social Diana Delgado serão palestrantes do evento.

O evento terá a participação dos deputados federais Osmar Terra (PMDB-RS), coordenador da comissão da Câmara para analisar epidemia de Zika, Valtenir Pereira (PMB-MT), presidente da Frente Parlamentar de Aperfeiçoamento da Justiça Brasileira, Chico D’Angelo (PT-RJ), Sóstenes Cavalcante (PSD-RJ) e da deputada estadual Enfermeira Rejane, da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

O debate será conduzido pela desembargadora Maria Augusta Vaz M. Figueiredo, corregedora-geral de Justiça do Rio.

"Vamos tratar dos efeitos do zika vírus na vida da mulher brasileira, sob os aspectos social, moral e legal", afirmou a juíza Márcia Succi, uma das idealizadoras do evento, ao lado da presidente da AMAERJ, Renata Gil, e de Tula Mello, diretora de Prerrogativas da associação.

O debate será no auditório da Corregedoria Geral de Justiça, na Avenida Erasmo Braga, 115, 7º Andar (Centro).

Serviço
Debate “A mulher e os efeitos do zika vírus na saúde e na plenitude dos seus direitos”
Data: Segunda-feira (7/3), 9h
Local: Auditório da Corregedoria Geral de Justiça
Endereço: Avenida Erasmo Braga, 115, 7º Andar (Centro)
Organizadora: Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (AMAERJ)
Palestrantes: Presidente da SGORJ (Associação de Ginecologia e Obstetrícia do Estado do Rio de Janeiro), Marcelo Burlá, psicóloga Ana Paula Jacinto e assistente social Diana Delgado
Mediadora: Desembargadora Maria Augusta Vaz M. Figueiredo, corregedora-geral de Justiça do Rio

Nós apoiamos

Nossos parceiros