Renda média do trabalho supera resultado de 2013 e tem alta de 2,8%

Share

"A qualificação da mão de obra, a valorização do salário e a ação do movimento sindical são fatores de forte influência para alta de 2,8% da renda média do trabalho em 2014", declarou Airton Santos, coordenador de atendimento sindical do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), ao comentar os dados da Pesquisa Mensal de Emprego.

Fonte: João Sicsú e Ernesto Salles
rendimentorealdotrabalho
Gráfico mostra que, desde 2003, esse número vem crescendo. No período de 2003 a 2014, observamos que o rendimento do trabalhador alcançou alta de 32,5%

Ele lembra que, do ponto de vista do mercado interno, esse resultado é positivo, já que o trabalhador passa a ter um padrão de vida mais elevado, com acesso a serviços e consumo antes não praticados.

Santos pondera que economistas mais críticos não veem com bons olhos esse aumento do consumo, pois alertam para os impactos na inflação. Mas, acha temerário tal posicionamento, já que joga na conta do trabalhador o problema.

É importante lembrar que, na última década, o investimento social e a valorização do salário acima da inflação contribuíram, fortemente, para a redução da pobreza e dos índices de desigualdade.

Agora, o país está ciente de que precisa dar um salto qualitativo para manter taxas de crescimento sustentáveis, para tanto, o esforço agora é para aumentar a produtividade. (Fonte: Rádio Vermelho, com Rádio RBA)

Nós apoiamos

Nossos parceiros