Sindicatos reunidos no Brasil Metalúrgico lutarão contra reforma da Previdência

Share

Reunidos na última sexta-feira (1º) para debater ações “Em defesa dos direitos dos trabalhadores da cadeia automotiva, da categoria metalúrgica e da classe trabalhadora em geral, o Movimento Brasil Metalúrgico decidiu” entre outras ações “promover, em conjunto com entidades internacionais, uma ação sindical mundial (com protestos em concessionárias) contra as ameaças da General Motors (GM) de fechamento de plantas de unidades da empresa, demissões e redução dos direitos dos trabalhadores.”

brasil metalurgico 2019

Leia mais:
Movimento Brasil Metalúrgico se reedita para atuar em 2019

Metalúrgicos lançam campanha nacional contra “reformas”

O exemplo dos metalúrgicos

Brasil Metalúrgico

Os sindicatos dos metalúrgicos, no contexto do MBM, irão “participar do Dia Nacional de Luta em Defesa da Previdência Pública (contra o Fim da Aposentadoria) e da Assembleia Nacional da Classe Trabalhadora em São Paulo, no dia 20 de fevereiro, às 10h, na Praça da Sé.”

brasil metalurgico 2019 1

O Movimento Brasil Metalúrgico
O Brasil Metalúrgico é formado por entidades e dirigentes metalúrgicos de todas as centrais sindicais, mas na última sexta-feira (1º), a reunião realizada na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo foi ampliada para debater a cadeia automotiva, contou com as presenças de representantes de trabalhadores nas áreas química, de plástico, vidro, têxtil, borracha, petróleo e engenharia. Também participaram técnicos do Dieese e consultores sindicais.

Por videoconferência participaram dirigentes sindicais dos metalúrgicos do Canadá (Unifor) e dos Estados Unidos (UAW) e da IndustriALL Global Union. Entre eles: Georg Leutert (IndustriALL), Valter Sanches (IndustriALL), Kristyne Peter (UAW) e Dino Chiodo (Unifor).

Para Miguel Torres, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, da CNTM (Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos) e da Força Sindical, “a expressiva presença nesta reunião do Brasil Metalúrgico demonstra que, diante dos fortes ataques aos direitos da classe trabalhadora, a resistência do movimento sindical brasileiro e mundial também será forte e cada vez mais sólida, solidária e unificada.”

Brumadinho
A tragédia do munícipio de Brumadinho, município no estado de Minas Gerais, Região Sudeste do país, onde houve rompimento de barragem de rejeitos da mineradora Vale. Nesse desastre ambiental estão desaparecidos na tragédia 182 pessoas e 134 corpos já foram identificados, até o momento.

Em razão disto, as entidades decidiram “participar na próxima quinta-feira, 7 de fevereiro, de manifestações de solidariedade às famílias das vítimas da tragédia humana e ambiental ocorrida em Brumadinho-MG, exigindo punição exemplar dos responsáveis por este crime.”

Nós apoiamos

Nossos parceiros