Veja mais Agência DIAP

Governo reapresenta pedido de urgência para votação da reforma trabalhista

Share

Em nova tentativa para aprovação de urgência do projeto de reforma trabalhista (PL 6.787/16) foi protocolado o Requerimento 6.292/17, assinado pelos líderes partidários da base do governo.

São necessários 257 votos para que a proposta seja levada para votação no plenário da Câmara dos Deputados.

Derrota
Com muitas dissidências na base do governo, o plenário da Câmara dos Deputados rejeitou, por insuficiência de votos, no início da noite desta terça-feira (18), o requerimento de urgência para votação do PL 6.787/16, que trata da reforma trabalhista. O projeto retorna à comissão especial, onde tramita, inclusive com prazo aberto para apresentação de emendas ao substitutivo do relator.

Leia mais:
Plenário da Câmara rejeita urgência para votação da reforma trabalhista

Reforma trabalhista: 23 deputados da comissão especial foram favoráveis a urgência

urgencia rt

Nós apoiamos

Nossos parceiros