Reforma Trabalhista: uma vergonha mundial

  • Imprimir

Temos ainda muita coisa pra derrubar nesta reforma que envergonha o Brasil mundialmente. A luta faz a Lei.

Miguel Torres*

O movimento sindical brasileiro, unificado, histórico e atuante, defende o trabalho decente e age de forma coerente contra a adoção de medidas políticas que tiram direitos da classe trabalhadora como, por exemplo, a nefasta Reforma Trabalhista.

Para o Brasil sair da "lista suja" da OIT, os governantes e empresários precisam respeitar o sindicalismo e os direitos da classe trabalhadora e juntos precisamos derrubar as perversidades da Reforma Trabalhista.

Leia também:
OIT volta a analisar Reforma Trabalhista brasileira

A CNTM (Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos) já conseguiu, por intermédio de uma ação de direta de inconstitucionalidade, que o STF derrubasse recentemente, por 10 votos a 1, o ponto que permitia que gestantes e lactantes trabalhassem em locais insalubres. Temos ainda muita coisa pra derrubar nesta reforma que envergonha o Brasil mundialmente. A luta faz a Lei.

(*) Presidente da Força Sindical, CNTM e Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes