Xadrez da candidatura Lula-Haddad e os golpes possíveis

Share

Em condições normais de voo, Lula levaria no 1º turno e há uma boa probabilidade de Haddad levar no 2º turno. Acontece que o golpe tem como foco quase exclusivamente o PT. Gastando a bala de prata no PT, não haveria condições políticas de cassar a candidatura de Bolsonaro. Caso o golpe avance, interditando a chapa completa do PT, há a possibilidade concreta de vitória de Bolsonaro sobre Alckmin no 2º turno.

Luis Nassif*

Nosso jogo de xadrez das eleições está sob a influência das seguintes variáveis:

As expectativas em relação ao 2º turno. Quanto mais fraco Geraldo Alckmin, maior a probabilidade de uma nova etapa do golpe, com tentativas de inviabilizar não apenas a chapa Lula/Fernando Haddad como do próprio Bolsonaro.

Por outro lado, há desmoralização cada vez maior das manobras jurídicos-ilegais. Hoje em dia está claro para a parte bem informada da opinião pública os arreglos entre a cúpula do Judiciário, o TRF4 e a PGR (Procuradoria Geral da República).

O fator Bolsonaro continua sendo a ameaça maior, devido à sua influência na base do Ministério Público Federal e em parte do poder econômico.

Vamos analisar por partes. Leia o artigo completo

Nós apoiamos

Nossos parceiros