Bancada ruralista diminui na Câmara e aumenta no Senado

Share

A bancada ruralista, uma das mais eficientes do Congresso Nacional, diminuiu de tamanho, pela 2ª vez consecutiva, na Câmara dos Deputados, mas aumentou no Senado Federal — por causa da desistência da disputa ou não renovação de mandato de parlamentares, bem como em consequência da migração de parlamentares para outros lócus de poder.

Levantamento realizado pelo DIAP aponta que a 56ª Legislatura, que terá início em fevereiro de 2019, contará com 104 parlamentares ruralistas, sendo 76 deputados e 28 senadores. Essa quantidade é menor que a bancada da 55ª Legislatura, quando contava com 109 deputados e 17 senadores. Para a 54ª Legislatura, foram eleitos 160 ruralistas — 142 deputados e 18 senadores.

O Departamento classifica como integrante da bancada ruralista o parlamentar que, mesmo não sendo proprietário rural ou atuando na área do agronegócio, assume sem constrangimento a defesa dos pleitos da bancada, não apenas em plenários ou comissões, mas em entrevistas à imprensa e em outras manifestações públicas.

Assim sendo, enquadra-se na classificação do DIAP, entre outros, o deputado reeleito Onyx Lorenzoni (DEM-RS) que, mesmo não sendo dono de propriedade rural, atua e defende o setor do agronegócio no Congresso Nacional. O parlamentar integra a Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, colegiado permanente para onde são encaminhadas e discutidas demandas do setor rural.

Confirmado para assumir a Casa Civil da Presidência da República no futuro governo do presidente eleito Jair Bolsonaro, Onyx Lorenzoni irá desfalcar a bancada ruralista na Câmara dos Deputados, contudo, será importante porta- voz do setor no Executivo federal.

Participação feminina
Dos 76 deputados ruralistas, 45 foram reeleitos e 31 são novos. Do total da bancada, apenas 7 mulheres vão quebrar a quase totalidade masculina da representação ruralista. Foram reeleitas as deputadas: Clarissa Garotinho (Pros-RJ), Magda Mofatto (PR-GO), Shéridan (PSDB-RR) e Tereza Cristina (DEM-MS). Completam essa lista, as novas ruralistas, todas eleitas para o 1º mandato, Greyce Elias (Avante-MG), advogada e empresária, Jaqueline Cassol (PP-RO), advogada, empresária e irmã do senador Ivo Cassol (PP) e Mara Rocha (PSDB-AC), apresentadora de TV e esposa de Major Rocha (PSDB), vice-governador eleito na chapa de Gladson Cameli (PP).

Confirmada para assumir o Ministério da Agricultura no governo Bolsonaro, a deputada federal Tereza Cristina será também porta voz do segmento no Executivo federal.

No Senado Federal, cuja bancada ruralista atual é composta de 28 senadores, a representação feminina é pequena. Permanecem apenas a senadora Kátia Abreu (PDT-TO), que disputou a vice-presidência da República na chapa de Ciro Gomes (PDT), mas tem mandato até 2023, e a senadora Simone Tebet (MDB-MS), que não disputou a eleição, e também tem mandato até 2023. A parlamentar é herdeira política do ex-senador Ramez Tebet, falecido em 2006.

Por partido e região
Na distribuição dos 104 parlamentares ruralistas entre os partidos com assento no Congresso Nacional, o MDB possui 18 ruralistas. O DEM aparece na 2ª posição com 16 ruralistas. Na 3ª posição está o PP, com 12 ruralistas. E a 4ª maior legenda entre os ruralistas é o PR, com 11 parlamentares.

As demais agremiações possuem, respectivamente, a seguinte quantidade de parlamentares ruralistas: PSD (10), PSDB (9), PSB (6), PDT (4), PTB (3), Pode e PT, com 2 cada, e Avante, PPS, Pros, SD, PTC, PSC, PRP e Rede e PRB, com 1 cada.

O partido do presidente da República eleito, Jair Bolsonaro (PSL), que vai assumir o mandato a partir de 1º de janeiro, tem apenas 1 ruralista na futura composição do Congresso Nacional. Trata-se do produtor rural e estreante na Câmara Federal, Nelson Barbudo (MT).

A representação da bancada ruralista por região apresenta a seguinte configuração: a região Nordeste, que tem na agricultura sua principal atividade econômica, desponta em primeiro lugar com 32 parlamentares. A região Norte, que possui menor participação na produção agrícola do País, possui 24 ruralistas. A região Sul, onde a agropecuária é destaque na atividade econômica, tem 17 parlamentares ruralistas. Já a região Sudeste, que concentra as áreas agrícolas mais mecanizadas do Brasil, conta com 16 parlamentares ruralistas. E, por último, a região Centro-Oeste, onde a agroindústria é uma das principais atividades econômicas, tem 15 parlamentares ruralistas.

Redução da bancada
No Senado Federal ocorreram as principais baixas da bancada ruralista porque parlamentares de grande prestígio e influência não renovaram o mandato, foram eleitos para outros cargos ou não disputaram as eleições.

Com isso, estará fora da Casa a partir de 2019 o presidente do Senado e do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira (MDB-CE), que disputou mas não renovou o mandato. Também não foram reeleitos os senadores ruralistas: Edison Lobão (MDB-MA), Flexa Ribeiro (PSDB-PA), Garibaldi Alves Filho (MDB-RN), Lúcia Vânia (PSB-GO), Valdir Raupp (MDB-RO), Vicentinho Alves (SD-TO), Wilder Morais (DEM-GO) e Waldemir Moka (MDB-MS).

O senador Eduardo Amorim (PSDB) disputou o governo do estado e não foi eleito. E como o mandato termina em 2019 vai desfalcar a bancada ruralista na Casa. Já a senadora Ana Amélia (PP-RS), cujo mandato também termina em 2019, disputou e não foi eleita vice-presidência da República na chapa de Geraldo Alckmin (PSDB).

Também perde a bancada ruralista no Senado a atuação intensa dos senadores Ronaldo Caiado (DEM), eleito governador de Goiás no 1º turno com 59,73% dos votos válidos, e Gladson Cameli (PP), eleito governador do Acre também no 1º turno com 53,71% dos votos válidos. O 1º suplente do senador Ronaldo Caiado é Luiz Carlos do Carmo (MDB), ruralista que vai ser efetivado no mandato de senador até 2023.

Completam as baixas da bancada ruralista na Casa porque terminam o mandato em 2019 e não disputaram a reeleição os senadores Blairo Maggi (PR-MT), ministro da Agricultura do governo Temer, Benedito de Lira (PP-AL), Cidinho Santos (PR-MT), 1º suplente do senador Blairo Maggi, Givago Tenório (PP-AL), 1º suplente do senador Benedito de Lira, e Raimundo Lira (PSD-PB).

Novos e reeleitos
Para contrabalancear a perda de parlamentares influentes no Congresso Nacional e a consequente redução da bancada, os ruralistas contarão na 56ª Legislatura com novos parlamentares de grande prestígio no meio rural.

Entre os debutantes, o DIAP chama atenção para Pedro Lupion (DEM-PR), agropecuarista e filho do ex-deputado Abelardo Lupion. Outro destaque é o produtor agropecuário Nelson Barbudo (PSL-MT), eleito para o 1º mandato de deputado federal. Barbudo, como é conhecido, foi o deputado federal mais votado no estado do Mato Grosso influenciado pela eleição do presidente da República Jair Bolsonaro. E, completa a lista de novos deputados federais ruralistas, Zé Mário (DEM-GO), empresário do setor e bastante influente no estado.

Já entre os ruralistas reeleitos, destaque para o deputado Julio Cesar (PSD-PI), eleito para o 6º mandato de deputado federal. O parlamentar é membro da Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados.

Reforço no Senado
No Senado Federal, a bancada ruralista vai ganhar reforço com a chegada de 14 novos senadores, além dos senadores Ciro Nogueira (PP-PI), Renan Calheiros (MDB-AL) e Jader Barbalho (MDB-PA), que foram reeleitos.

Os novos senadores têm grande experiência política e forte atuação no setor. Entre os novatos, destaque para Irajá Abreu (PSD-TO), eleito para o 1º mandato de senador. O parlamentar é filho da senadora ruralista e ex-ministra da Agricultura no governo Dilma, Katia Abreu (PDT).

Outro senador eleito para o 1º mandato é o deputado Luiz Carlos Heinze (PP-RS), que após 5 mandatos de deputado federal, assumirá cadeira na Casa. Os demais novos senadores, são: Chico Rodrigues (MDB-RO), Confúcio Moura (MDB-RO), Izalci (PSDB-DF), Jayme Campos (DEM-MT), Marcelo Castro (MDB-PI), Márcio Bittar (MDB-AC), Marcos Rogério (DEM-RO), Mecias de Jesus (PRB-RR), Nelson Trad Filho (PTB-MS) e Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

Completam a lista de ruralistas, os novos senadores Espiridião Amin (PP-SC), que volta à Casa após cumprir mandato de deputado federal, e Flávio Arns (Rede-PR), que também retorna ao Senado.

Todos os novos e reeleitos senadores vão se unir aos senadores ruralistas que disputaram outros cargos ou não lançaram candidatura, mas têm mandato até 2023. São eles: Acir Gurgaz (PDT-RO), Alvaro Dias (Pode-PR), Antonio Anastasia (PSDB-MG), Dário Berger (MDB-SC), José Amauri (Pode-PI), 1º suplente do senador Elmano Férrer (PTB-PI), José Maranhão (MDB-PB), Kátia Abreu (PDT-TO), Luiz Carlos do Carmo (MDB-GO), 1º suplente do senador Ronaldo Caiado, Otto Alencar (PSD-BA), Simone Tebet (MDB-MS) e Wellington Fagundes (PR-MT).

Bancada ruralista na Câmara dos Deputados a partir de 2019

PARLAMENTAR

PARTIDO

UF

MANDATOS

SITUAÇÃO

PROFISSÃO

Flaviano Melo

MDB

AC

Reeleito

Engenheiro Civil

Mara Rocha

PSDB

AC

Nova

Empresária

Arthur Lira

PP

AL

Reeleito

Agropecuarista, Bacharel em Direito e Empresário

Nivaldo Albuquerque

PTB

AL

Novo

Pecuarista

Sérgio Toledo

PR

AL

Novo

Formado em Direito

Antonio Imbassahy

PSDB

BA

Reeleito

Engenheiro Eletricista

Arthur Maia

DEM

BA

Reeleito

Advogado

Cláudio Cajado

PP

BA

Reeleito

Advogado

Félix Mendonça Júnior

PDT

BA

Reeleito

Administrador de Empresas

João Bacelar

PR

BA

Reeleito

Empresário e Engenheiro Civil

José Rocha

PR

BA

Reeleito

Empresário e Médico

Marcelo Nilo

PSB

BA

Novo

Engenheiro Civil

Paulo Azi

DEM

BA

Reeleito

Administrador de Empresas e Engenheiro Civil

Ronaldo Carletto

PP

BA

Reeleito

Empresário

Sérgio Brito

PSD

BA

Reeleito

Empresário, Servidor Público e Administrador de Empresas

Genecias Noronha

SD

CE

Reeleito

Empresário

Foletto

PSB

ES

Reeleito

Empresário e Médico

Alcides Rodrigues

PRP

GO

Novo

Médico

Magda Mofatto

PR

GO

Reeleita

Empresária

Zé Mário

DEM

GO

Novo

Técnico em Agronomia e Agrimensura e Empresário

Josimar Maranhãozinho

PR

MA

Novo

Empresário

Juscelino Filho

DEM

MA

Reeleito

Médico

Bilac Pinto

DEM

MG

Reeleito

Advogado e Empresário

Dimas Fabiano

PP

MG

Reeleito

Bacharel em Direito e Empresário

Domingos Sávio

PSDB

MG

Reeleito

Médico Veterinário e Empresário

Emidinho Madeira

PSB

MG

Novo

Produtor Rural e Empresário

Greyce Elias

Avante

MG

Nova

Advogada, Empresária e Ruralista

Hercílio Coelho Diniz

MDB

MG

Novo

Empresário e Ruralista

Mauro Lopes

MDB

MG

Reeleito

Empresário e Bacharel em Direito (Policial Rodoviário Federal aposentado)

Misael Varella

PSD

MG

Reeleito

Empresário

Rodrigo de Castro

PSDB

MG

Reeleito

Advogado, Administrador de Empresas e Empresário

Stefano Aguiar

PSD

MG

Reeleito

Administrador de Empresas

Beto Pereira

PSDB

MS

Novo

Empresário e Ruralista

Tereza Cristina

DEM

MS

Reeleita

Engenheira Agrônoma e Empresária

Carlos Bezerra

MDB

MT

Reeleito

Industrial, Advogado, Professor e Empresário

José Medeiros

PSD

MT

Novo

Policial Rodoviário Federal

Nelson Barbudo

PSL

MT

Novo

Produtor Agropecuário

Neri Geller

PP

MT

Novo

Empresário e Ruralista

Cristiano Vale

PR

PA

Novo

Pecuarista

Hélio Leite

DEM

PA

Reeleito

Corretor de Imóveis, Seguros, Títulos e Valores

Paulo Bengtson

PTB

PA

Novo

Pastor e Veterinário

Priante

MDB

PA

Reeleito

Empresário

Efraim Filho

DEM

PB

Reeleito

Advogado

Wellington Roberto

PR

PB

Reeleito

Empresário

Carlos Veras

PT

PE

Novo

Agricultor

Gonzaga Patriota

PSB

PE

Reeleito

Empresário

Átila Lira

PSB

PI

Reeleito

Empresário

Júlio César

PSD

PI

Reeleito

Empresário, Professor, Advogado e Produtor Rural

Marcos Aurelio Sampaio

MDB

PI

Novo

Advogado e Ruralista

Pedro Lupion

DEM

PR

Novo

Agropecuarista

Ricardo Barros

PP

PR

Reeleito

Engenheiro Civil e Empresário

Rubens Bueno

PPS

PR

Reeleito

Professor

Altineu Cortes

PR

RJ

Reeleito

Produtor Agropecuário

Clarissa Garotinho

PROS

RJ

Reeleita

Jornalista

Benes Leocadio

PTC

RN

Novo

Servidor Público Estadual

Fábio Faria

PSD

RN

Reeleito

Empresário

Dr. Mauro Nazif

PSB

RO

Novo

Médico

Jaqueline Cassol

PP

RO

Nova

Advogada e Empresária

Lucio Mosquini

MDB

RO

Reeleito

Empresário e Engenheiro Eletricista

Shéridan

PSDB

RR

Reeleita

Psicóloga

Afonso Hamm

PP

RS

Reeleito

Engenheiro Agrônomo e Empresário

Lucas Redecker

PSDB

RS

Novo

Político

Marlon Santos

PDT

RS

Novo

Escritor e empresário

Onyx Lorenzoni

DEM

RS

Reeleito

Empresário e Médico Veterinário

Osmar Terra

MDB

RS

Reeleito

Médico

Pedro Westphalen

PP

RS

Novo

Médico

Darci de Matos

PSD

SC

Novo

Professor e Técnico Agrícola

Peninha

MDB

SC

Reeleito

Agrônomo

Ricardo Guidi

PSD

SC

Novo

Empresário

Bosco Costa

PR

SE

Novo

Administrador

Eli Corrêa Filho

DEM

SP

Reeleito

Empresário e Radialista

Carlos Henrique Gaguim

DEM

TO

Reeleito

Empresário

Celio Moura

PT

TO

Novo

Advogado e Ruralista

Eli Borges

SDD

TO

Novo

Pastor e Ruralista

Osires Damaso

PSC

TO

Novo

Empresário e Ruralista

Vicentinho Junior

PR

TO

Reeleito

Empresário e Pecuarista

Bancada ruralista no Senado Federal a partir de 2019

PARLAMENTAR

PARTIDO

UF

MANDATOS

SITUAÇÃO

PROFISSÃO

MANDATO

Márcio Bittar

MDB

AC

Novo

Agropecuarista

2019-2027

Renan Calheiros

MDB

AL

Reeleito

Advogado e Produtor Rural

2019-2027

Otto Alencar

PSD

BA

Não disputou

Médico

2015-2023

Izalci

PSDB

DF

Novo

Empresário

2019-2027

Luiz Carlos do Carmo

MDB

GO

Não disputou

Empresário

2015-2023

Antonio Anastasia

PSDB

MG

Disputou e perdeu no 2º turno o governo do Estado

Advogado e professor

2015-2023

Rodrigo Pacheco

DEM

MG

Novo

Advogado

2019-2027

Nelson Trad Filho

PTB

MS

Novo

Médico

2019-2027

Simone Tebet

MDB

MS

Não disputou

Advogada e Professora

2015-2023

Jayme Campos

DEM

MT

Novo

Pecuarista

2019-2027

Wellington Fagundes

PR

MT

Disputou e perdeu o governo do Estado

Médico Veterinário e Empresário

2015-2023

Jader Barbalho

MDB

PA

Reeleito

Advogado e Empresário

2019-2027

José Maranhão

MDB

PB

Disputou e perdeu o governo do Estado

Empresário

2015-2023

Ciro Nogueira

PP

PI

Reeleito

Advogado e Empresário

2019-2027

José Amauri

PODE

PI

Não disputou

Empresário

2015-2023

Marcelo Castro

MDB

PI

Novo

Empresário

2019-2027

Alvaro Dias

PODE

PR

Disputou e perdeu a Presidência da República

Agricultor, Radialista e Professor

2015-2023

Flávio Arns

REDE

PR

Novo

Professor

2019-2027

Acir Gurgaz

PDT

RO

Disputou e perdeu o governo do Estado

Empresário

2015-2023

Confúcio Moura

MDB

RO

Novo

Médico

2019-2027

Marcos Rogério

DEM

RO

Novo

Jornalista

2019-2027

Chico Rodrigues

DEM

RR

Novo

Engenheiro Agrônomo

2019-2027

Mecias de Jesus

PRB

RR

Novo

Administrador

2019-2027

Luis Carlos Heinze

PP

RS

Novo

Empresário, Engenheiro Agrônomo e Produtor Rural

2019-2027

Dário Berger

MDB

SC

Não disputou

Administrador

2015-2023

Espiridião Amin

PP

SC

Novo

Empresário, Administrador, Advogado e Professor Universitário

2019-2027

Irajá Abreu

PSD

TO

Novo

Empresário e Produtor Rural

2019-2027

Kátia Abreu

PDT

TO

Disputou a Vice-Presidência da República na chapa de Ciro Gomes (PDT-CE)

Empresária Rural e Psicóloga

2015-2023

Nós apoiamos

Nossos parceiros