DIAP divulga relação dos 100 parlamentares mais influentes do Congresso

Share

Por Flavia Foreque,
No Correio Braziliense


A lista dos 100 deputados e senadores de maior relevância no Congresso Nacional, elaborada anualmente pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), não inclui neste ano a presidenciável Marina Silva (PV-AC) e o deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE), cujo nome acabou recusado pelo partido para concorrer ao Palácio do Planalto. De acordo com as regras do levantamento, apenas parlamentares em efetivo exercício do mandato podem integrar a lista. Assim como Marina e Ciro, outros oitos parlamentares se licenciaram do trabalho legislativo, fato cada vez mais recorrente nos últimos anos.

“Os parlamentares mais influentes preferem um posto no poder Executivo do que continuar no mandato. Parece que sentem seu potencial melhor explorado”, afirmou Antônio Augusto de Queiroz, analista político do Diap e coordenador da pesquisa.

A escolha dos nomes leva em consideração o cargo ocupado pelo parlamentar no Congresso, a influência sobre os demais colegas na tomada de decisões e o envolvimento na discussão de matérias relevantes, de interesse da sociedade. Ao todo, são elencados 69 deputados e 31 senadores. Do total, 22 são do PT, legenda com maior número de representantes na lista, seguido pelo PMDB (17) e PSDB (14).

Liderança
O deputado federal Gilmar Machado (PT-MG) aponta a troca da liderança da bancada petista como um dos motivos para a presença de colegas da legenda no levantamento. “A cada ano você tem um novo líder, que você treina e forma. Todo mundo tem que se capacitar para virar líder e o rodízio estimula a buscar melhor preparação”, afirmou Machado, apontado como um dos deputados influentes na discussão sobre o orçamento.

Entre os parlamentares do Distrito Federal, três deputados e dois senadores aparecem entre os “cabeças” do Congresso. “Os parlamentares do DF têm uma vantagem: como estão em Brasília, têm como se concentrar mais efetivamente no trabalho parlamentar”, afirmou o deputado Rodrigo Rollemberg (PSB), que figura na lista.

Para o coordenador da pesquisa, o levantamento tem como principal objetivo apontar para determinados setores da sociedade quais são os parlamentares mais influentes. A lista, disse Queiroz, motiva ainda os políticos do Congresso a se empenharem no trabalho legislativo.

Veja a lista completa dos 100 parlamentares mais influentes do Congresso

Os "cabeças" do Congresso Nacional são, na definição do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), aqueles parlamentares que conseguem se diferenciar dos demais pelo exercício de qualidades e habilidades. Entre os atributos considerados, o Diap destaca a capacidade de conduzir debates, negociações, votações, articulações e formulações.

ACRE
Senadores
Geraldo Mesquita Júnior (PMDB)
Tião Vianna (PT)

ALAGOAS
Senador
Renan Calheiros (PMDB)

AMAPÁ
Senador
José Sarney (PMDB)

AMAZONAS
Deputada
Vanessa Grazziotin (PCdoB)
Senador
Arthur Virgílio (PSDB)

BAHIA
Deputados
ACM Neto (DEM)
Alice Portugal (PCdoB)
Daniel Almeida (PCdoB)
João Almeida (PSDB)
José Carlos Aleluia (DEM)
Jutahy Júnior (PSDB)
Sérgio Barradas Carneiro (PT)

CEARÁ
Senadores
Inácio Arruda (PCdoB)
Tasso Jereissati (PSDB)

DISTRITO FEDERAL
Deputados
Geraldo Magela (PT)
Rodrigo Rollemberg (PSB)
Tadeu Filippelli (PMDB)
Senadores
Cristovam Buarque (PDT)
Gim Argello (PTB)

ESPÍRITO SANTO
Deputada
Rita Camata (PSDB)
Senadores
Renato Casagrande (PSB)
Magno Malta (PR)

GOIÁS
Deputados
Jovair Arantes (PTB)
Sandro Mabel (PR)
Ronaldo Caiado (DEM)
Senadores
Demóstenes Torres (DEM)
Marconi Perillo (PSDB)

MARANHÃO
Deputado
Flávio Dino (PCdoB)

MATO GROSSO DO SUL
Deputado
Dagoberto (PDT)
Senador
Delcídio Amaral (PT)

MINAS GERAIS
Deputados
Gilmar Machado (PT)
Mário Heringer (PDT)
Paulo Abi-Ackel (PSDB)
Virgílio Guimarães (PT)

PARÁ
Deputado
Jader Barbalho (PMDB)
Senador
José Nery (PSOL)

PARANÁ
Deputados
Abelardo Lupion (DEM)
Gustavo Fruet (PSDB)
Luiz Carlos Hauly (PSDB)
Senador
Osmar Dias (PDT)

PERNAMBUCO
Deputados
Armando Monteiro (PTB)
Fernando Ferro (PT)
Inocêncio Oliveira (PR)
Maurício Rands (PT)
Roberto Magalhães (DEM)
Senadores
Marco Maciel (DEM)
Sérgio Guerra (PSDB)

PIAUÍ
Senador
Heráclito Fortes (DEM)

RIO DE JANEIRO
Deputados
Brizola Neto (PDT)
Chico Alencar (PSOL)
Eduardo Cunha (PMDB)
Fernando Gabeira (PV)
Miro Teixeira (PDT)
Rodrigo Maia (DEM)
Senador
Francisco Dornelles (PP)

RIO GRANDE DO NORTE
Deputado
Henrique Eduardo Alves (PMDB)
Senadores
Garibaldi Alves (PMDB)
José Agripino Maia (DEM)

RIO GRANDE DO SUL
Deputados
Beto Albuquerque (PSB)
Darcísio Perondi (PMDB)
Eliseu Padilha (PMDB)
Henrique Fontana (PT)
Ibsen Pinheiro (PMDB)
Marco Maia (PT)
Mendes Ribeiro Filho (PMDB)
Onyx Lorenzoni (DEM)
Pepe Vargas (PT)
Vieira da Cunha (PDT)
Senadores
Paulo Paim (PT)
Pedro Simon (PMDB)
Sérgio Zambiasi (PTB)

RONDÔNIA
Senador
Valdir Raupp (PMDB)

RORAIMA
Senador
Romero Jucá (PMDB)

SANTA CATARINA
Deputados
Fernando Coruja (PPS)
Paulo Bornhausen (DEM)
Vignatti (PT)
Senadora
Ideli Salvatti (PT)

SÃO PAULO
Deputados
Aldo Rebelo (PCdoB)
Antônio Carlos Mendes Thame (PSDB)
Antônio Carlos Pannunzio (PSDB)
Antônio Palocci (PT)
Arlindo Chinaglia (PT)
Arnaldo Faria de Sá (PTB)
Arnaldo Jardim (PPS)
Arnaldo Madeira (PSDB)
Cândido Vaccarezza (PT)
José Aníbal (PSDB)
José Eduardo Cardozo (PT)
Luiza Erundina (PSB)
Márcio França (PSB)
Michel Temer (PMDB)
Paulo Pereira da Silva (PDT)
Ricardo Berzoini (PT)
Roberto Santiago (PV)
Vicentinho (PT)
Senadores
Aloizio Mercadante (PT)
Eduardo Suplicy (PT)

TOCANTINS
Deputado
Eduardo Gomes (PSDB)
Senadora
Kátia Abreu (DEM)

Nós apoiamos

Nossos parceiros