Prestação de contas na pauta do STF e nova taxa Selic na agenda do Banco Central

Share

Nesta quarta-feira (21), o Supremo Tribunal Federal (STF) julga Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) sobre dispositivo da lei eleitoral que permite a prestação de contas de partidos políticos, sem individualização dos doadores, dos valores transferidos pelos partidos aos candidatos.

E o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central anuncia a taxa básica de juros (Selic). Tendência é de nova queda dos atuais 6,75% para 6,50%. Poderá ser o 12º corte consecutivo nos juros.

Nós apoiamos

Nossos parceiros